Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3257
Título: Uso de gelana como uma nova abordagem na purificação de biomoléculas
Autor: Rocha, Luís António Ferreira
Orientador: Passarinha, Luís António Paulino
Palavras-chave: Cromatografia - Troca iónica
Gelana - Matriz
Gelana - Purificação de biomoléculas
Proteínas
Data de Defesa: 2012
Resumo: O desenvolvimento de novas estratégias de purificação de biomoléculas terapêuticas tem ganho uma elevada importância nos últimos anos. Por isso, e de forma inovadora, pretende-se com esta dissertação desenvolver uma nova matriz cromatográfica baseada no polímero polissacárido gelana. Esta nova abordagem cromatográfica tem em conta propriedades como a porosidade e hidrofilicidade dos géis de gelana. Pretendeu-se explorar a natureza aniónica natural deste polímero, bem como a carga dos contra-iões da sua formulação para o estabelecimento de interacções com três proteínas modelo (lisozima, albumina bovina sérica e α-quimiotripsina). Para avaliar a potencial aplicação da gelana como fase estacionária foram efectuados ensaios de estabilidade com diferentes contra-iões, bem como de aferição da sua estrutura, procendo-se por fim ao estudo dos comportamentos de ligação das três proteínas modelo em passos cromatográficos. Dos três iões estudados (cobre, níquel e cálcio), o que conferiu maior estabilidade à matriz foi o cobre, constatando-se uma dependência da presença dos outros dois iões (cálcio e níquel) no ambiente químico de cada uma das suas formulações. Para se melhor compreender a estrutura dos géis de gelana usou-se a técnica de microscopia electrónica de varrimento. As imagens obtidas revelam que o protocolo desenvolvido não foi aplicado com sucesso, tendo havido um comprometimento estrutural da matriz, por uma má desidratação ou por desadequamento do protocolo usado. Finalmente aplicaram-se duas formulações, com dois iões diferentes (cálcio e cobre) em ensaios cromatográficos, estabelecendo-se diferentes comportamentos entre a matriz e as proteínas consoante o ião utilizado na formulação. Nos ensaios dos géis com cálcio a única biomolécula que ficou retida na matriz foi a lisozima, eluindo as outras duas proteínas em estudo nas primeiras fracções recolhidas. Desta forma, foi também possível nestas condições a separação de misturas simples de lisozima e α-quimiotripsina e de lisozima e albumina bovina sérica. Os ensaios cromatográficos com cobre como contra-ião da matriz de gelana verificaram uma retenção de todas as proteínas estudadas, através de diferentes interacções. A lisozima e a α-quimiotripsina, pela carga apresentada nos ensaios, interagiram com a gelana, ao passo que, a albumina bovina sérica interagiu com o cobre presente na matriz. Estes resultados preliminares carecem de confirmação por técnicas complementares, mas a interacção das proteínas em estudo com a matriz é visível pelos cromatogramas obtidos. Em conclusão, esta dissertação permitiu pela primeira vez a aplicação da gelana como matriz cromatográfica, conseguindo-se a retenção de diferentes proteínas, por diferentes tipos de interacção.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3257
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de Mestre em Bioquímica
Aparece nas colecções:FC - DQ | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Luis Rocha.pdf1,14 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.