Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3282
Título: Teoria da autodeterminação aplicada ao contexto da educação física : o papel da motivação na prática do desporto escolar e nas intenções dos alunos em praticar desporto fora da escola : relatório de estágio
Autor: Cairrão, Domingos Brigas
Orientador: Martins, Júlio Manuel Cardoso
Palavras-chave: Educação física - Autodeterminação
Desporto escolar - Motivação
Data de Defesa: Jun-2012
Resumo: A Teoria da Autodeterminação (SDT) é uma abordagem à motivação baseada numa meta teoria que realça a importância dos recursos próprios do ser humano na autorregulação do seu comportamento. Esta passa pela satisfação das necessidades psicológicas básicas (competência, autonomia e relacionamento), pois são elas que estão na base do comportamento autodeterminado (regulação para formas mais intrinsecamente motivadas). Este modelo teórico revela grande importância na compreensão do processo motivacional da forma como os alunos regulam o comportamento perante o compromisso com a atividade física. Assim, os principais objetivos deste estudo foram: (i) analisar as relações entre satisfação das necessidades psicológicas básicas (autonomia, competência e relacionamento), a regulação motivacional (autónoma e controladora) e as intenções dos alunos em praticar desporto fora da escola; (ii) Analisar a influência que a prática do Desporto Escolar tem na satisfação das necessidades psicológicas básicas (autonomia, competência e relacionamento), na regulação da motivação (autónoma e controladora) e nas intenções dos alunos em praticar desporto fora da escola. A amostra foi constituída por 399 alunos, de ambos os géneros (230 femininos e 169 masculinos) do 2º/3º ciclos e secundário do ensino regular público com uma média de idades de 13.6±2.1 anos (entre os 10 e os 20 anos). Os principais resultados evidenciaram que a satisfação das necessidades psicológicas básicas (em especial a competência), maximiza os níveis de motivação mais autodeterminada (em especial a intrínseca), que por sua vez podem determinar as intenções para práticas futuras de atividade física e assim promover estilos de vida mais ativos e saudáveis.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3282
Designação: Mestrado em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário
Aparece nas colecções:FCSH - DCD | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_04-06-2012 com tabl.pdfDocumento principal875,56 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.