Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3316
Título: A influência do volume de treino de resistência aeróbia sobre o treino combinado de força e de resistência em contexto escolar
Autor: Carneiro, Carlos Belmiro da Rocha
Orientador: Marques, Mário António Cardoso
Costa, Aldo Matos da
Palavras-chave: Treino desportivo
Treino de resistência
Treino simultâneo
Resistência aeróbica
Data de Defesa: Nov-2012
Resumo: O presente estudo teve como objetivo examinar os efeitos de 8 semanas de treino de combinado de força e de resistência sobre parâmetros de força e de resistência aeróbia; e se o dobro do volume de treino de resistência, aplicado simultaneamente com o trabalho de força, permite maiores ganhos na capacidade aeróbia dos jovens sujeitos a este procedimento. A amostra foi constituída por 31 alunos saudáveis (sexo masculino), do 3º ciclo do ensino básico, com idades compreendidas entre os 13 e os 16 anos (163,83±8,873 cm de altura e 58,28±11,66 quilogramas de peso), os quais realizaram 2 sessões de treino semanais, durante 8 semanas, e que foram distribuídos por 3 grupos de trabalho, a saber: Grupo Experimental 1 (GE1, n = 12) realizou protocolos de treino simultâneo de resistência aeróbia e de força; Grupo Experimental 2 (GE2, n = 10) realizou protocolos de treino simultâneo de resistência aeróbia (o dobro do volume) e de força; Grupo de Controlo (GC, n = 9) não realizou quaisquer protocolos de treino. De referir que todos os elementos constituintes da amostra (GE1, GE2 e GC) continuaram a realizar as aulas de Educação Física conforme o estipulado em termos curriculares para o ano de escolaridade em que se encontravam. A aferição de resultados foi obtida através da avaliação, antes e depois da aplicação dos programas de treino, dos seguintes testes: - milha (1609 m); lançamento de bola medicinal de 3kg; sprint 20 m; salto horizontal; salto vertical com contramovimento. Todos os grupos de trabalho obtiveram ganhos significativos de força, exceto o grupo de controlo. Verificámos que no grupo onde foi aplicado o dobro do volume de treino de resistência (GE2) houve melhorias, com valores estatisticamente significativos, nos parâmetros força explosiva do trem superior (p = 0,005) e no aumento da capacidade aeróbia (p = 0,012). Verifica-se, portanto, que a aplicação do dobro de volume de treino de resistência, simultaneamente com o treino de força, aplicados em duas sessões semanais, permite ganhos superiores ao nível da força e da capacidade aeróbia dos jovens rapazes sujeitos a esse programa de treino.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3316
Designação: Mestrado em Ciências do Desporto
Aparece nas colecções:FCSH - DCD | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Mestrado UBI - Carlos Carneiro.pdfDocumento principal616,83 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.