Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3318
Título: Avaliação de estratégias de ensino na escola para a promoção da atividade física e hábitos de vida saudáveis
Autor: Rodrigues, Marco António de Ascensão
Orientador: O'Hara, Kelly
Palavras-chave: Actividade física - Escola - Adolescentes
Actividade física - Promoção de saúde
Actividade física - Escola - Intervenção
Exercício físico - Escola - Saúde pública
Hábitos desportivos - Vida saudável
Data de Defesa: Nov-2012
Resumo: Estudos recentes mostram a necessidade de promover a atividade física e hábitos de vida saudáveis. Existe a tendência para que os adolescentes que tenham comportamentos saudáveis e pratiquem atividade física, o façam igualmente em idade adulta. Embora a escola seja um local preferencial para o desenvolvimento destes comportamentos, o sucesso dos programas está longe de satisfazer as necessidades exigídas. O objetivo deste estudo piloto é o de avaliar duas estratégias de intervenção aplicadas na escola, que promovam comportamentos de hábitos de vida saudáveis e a prática de atividade física. Método: 201 alunos (15-22 anos, 17,56 ± 1,37) de uma Escola Secundária que foram expostos a duas diferentes abordagens de aprendizagem. Para os mesmos conteúdos, um grupo foi exposto a uma explicação mais teórica (GT) e o outro a situações de resolução de problemas práticos (GP). Um questionário foi aplicado, constituído por 23 itens distribuídos em seis áreas: benefícios da atividade física; balanço energético, frequência cardíaca, postura, perceção conhecimento para cada conceito e necessidade de adquirir mais conhecimento sobre comportamentos de saúde. Os dados foram obtidos antes, imediatamente após e um mês depois da implementação da intervenção. Resultados: Foram encontradas diferenças significativas entre o Grupo Teórico e Grupo Prático no conhecimento adquirido e retido (benefícios da atividade física p<0,00; balanço energético p<0,00; frequência cardíaca p<0,00; Postura p<0,00; perceção do conhecimento de cada conceito p <0,00; e a necessidades dos estudantes em adquirir mais conhecimento p<0,00). Não se observaram diferenças significativas entre os grupos para o conceito benefícios de atividades físicas no teste de retenção (p<0,843). O Grupo Prático apresenta diferenças significativas (p<0,005) no que respeita à necessidade de adquirir mais conhecimento nos comportamentos de saúde. Conclusões: O sucesso da intervenção permitiu melhorar os conhecimentos dos alunos em vários conteúdos relacionados com hábitos de vida saudáveis. A estratégia de intervenção prática obteve melhores resultados que a teórica.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3318
Designação: Mestrado em Ciências do Desporto
Aparece nas colecções:FCSH - DCD | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Marco Rodrigues.pdfDocumento principal1,44 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.