Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3324
Título: Mesomorfologia da acção em Aristóteles: os limites da decisão no limiar da phronesis
Autor: Amaral, José António Campelo de Sousa
Orientador: Martins, António Manuel
Santos, José Manuel Boavida
Palavras-chave: Aristóteles, 384-322 a.C. - Obra - estudos
Ética aristotélica
Filosofia prática
Data de Defesa: Abr-2014
Resumo: O que significa decidir? Melhor dito: o que significa tomar ou fazer uma decisão no acto consciente de a decidir tomar ou fazer? Pesando os “prós” e os “contras” para encontrar o balanceamento certo de uma escolha? Mantendo a “cabeça fria” para avaliar os riscos inerentes à possibilidade de sucesso ou fracasso de uma opção? Neutralizando a torrente impulsiva das paixões e das emoções para melhor escutar a voz da consciência, seguir os ditames da razão, ou decifrar a codificação electroquímica da estrutura neuronal, consoante a perspectiva adoptada? E se a configuração ética do acto decisionário não sendo apenas isso, mas, pressupondo e incluindo isso, for mais do que isso, a saber uma experiência discursiva da acção na sua irrecusável epifania?
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3324
Designação: Doutoramento em Filosofia
Aparece nas colecções:FAL - DCA | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
António Amaral Tese Doutoramento.pdfDocumento principal9,13 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.