Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3350
Título: Atividade motora adaptada : atividade motora adaptada e autoestima de alunos com deficiência
Autor: Pina, Joaquim Carlos da Fonseca Ramalho
Orientador: Martins, Júlio Manuel Cardoso
Palavras-chave: Actividade física
Actividade física - Deficiência
Actividade física - Autoestima
Actividade física - Alunos com deficiência
Actividade física - Adaptada
Actividade física - Motora adaptada
Data de Defesa: Nov-2012
Resumo: O desenvolvimento de programas adequados de atividade física e desportiva pode melhorar o bem estar psicológico e reduzir o risco de determinados problemas de saúde uma vez que a autoestima tem ocupado consistentemente uma posição central na explicação do comportamento humano. Foi objetivo deste estudo avaliar os efeitos de um programa de atividade física na autoestima de pessoas com deficiência da C.E.R.C.I. Guarda. Metodologia, a nossa amostra foi constituída por 30 alunos de ambos os sexos com idades compreendidas entre os 12 e os 51 anos que frequentam a C.E.R.C.I. Guarda (Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados), sendo 14 do sexo masculino e 16 do sexo feminino. Foi aplicado um programa de atividade física durante 14 semanas que teve início no dia 03 de outubro de 2011 e terminou em fevereiro de 2012. O instrumento utilizado para a avaliação da autoestima foi o teste (Piers-Harris Children”s Self-Concept Scale) de Ellen V. Piers e Dale B. Harris. O teste foi aplicado 2 vezes: uma em finais de setembro e outra quando acabou o programa de atividade física, em fevereiro de 2012. A comparação dos dois testes foi feita através da análise estatística de dados – SPSS (versão 17) com recurso a um dos testes de análise estatística (t de student), com o qual se compararam os valores médios do primeiro e segundo momento. Ao analisar os resultados desta investigação verificou-se que existem diferenças estatisticamente significativas entre a primeira e a segunda passagem do teste de autoavaliação da autoestima, tendo-se constatado que a autoestima melhorou significativamente. No final desta investigação pode-se concluir que a prática de exercício físico faz aumentar a autoestima dos alunos.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3350
Designação: Mestrado em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário
Aparece nas colecções:FCSH - DCD | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório de Estágio.pdfDocumento principal242,21 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.