Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3351
Título: Motivação para a prática da educação física no 3º ciclo do ensino básico e sua relação com a perspectiva dos pais sobre a disciplina
Autor: Gomes, Vitor Alves
Orientador: Costa, Aldo Matos da
Palavras-chave: Educação física escolar
Educação física escolar - Motivação
Actividade desportiva - Motivação
Educação física - Escola - Pais
Data de Defesa: Out-2012
Resumo: O objectivo deste trabalho foi analisar a motivação dos alunos para a prática da Educação Física Escolar (EFE), e conhecer a relação existente entre a motivação e a perspectiva dos pais sobre esta disciplina. Adicionalmente, procuramos ainda analisar as diferenças na motivação e na perspectiva dos pais entre duas escolas Regulares e duas escolas pertencentes a territórios educativos de intervenção prioritária (TEIP) A população seleccionada para este estudo pertence a quatro escolas da zona da grande Lisboa (EB2,3 Manuel da Maia (TEIP); EB2,3 Ruy Belo (TEIP); EB2,3 João Gonçalves Zarco e EB 2,3 Delfim Santos) com um total de 1527 alunos e alunas do terceiro ciclo, nas quais foi recrutada uma amostra representativa de 313 alunos e respectivos encarregados de educação. Para a elaboração do estudo recorremos ao Questionário de Motivos para a Prática de Actividades de Educação Física, adaptado do Questionário de Motivação para as Actividades Desportivas (QMAD) versão traduzida de Gil, Gross & Huddleston (1983) e adaptado por Serpa & Frias (1990). A este questionário foram adicionadas 3 questões por nós criadas, com vista a conhecer a perspectiva dos pais sobre a disciplina. Com base nas variáveis numéricas, procedemos ao tratamento estatístico descritivo básico. Com vista a conhecer as diferenças motivacionais entre alunos das diferentes escolas recorremos ao teste t para amostras independentes e, quando ajustado, ao teste não paramétrico Mann-Whitney. A relação entre a perspectiva dos pais e a motivação dos alunos foi analisada com base no coeficiente de correlação Pearson. Foi considerado significativo um valor de p<0.05. Os resultados obtidos indicam que as principais motivações para a prática da EFE são: “Estar em boa condição física”, “Manter a forma” e “Trabalhar em equipa”. Em relação à perspectiva dos pais, os dados revelam que estes tendem a valorizar bastante a disciplina, em particular na valorização da influência da educação física na prática de desporto ao longo da vida. Ficou visível também a inexistência de diferenças significativas (p>0.05) nas motivações entre os alunos dos dois tipos de escola observados. No entanto, verificamos que a opinião dos pais sobre a disciplina é significativamente distinta (p<0.05), claramente mais valorizada pelos pais dos alunos que frequentam as escolas TEIP. O nosso estudo revela ainda a existência de uma associação entre a perspectiva positiva dos pais sobre a disciplina e a maior motivação dos seus educandos para a prática da mesma (sete das oito dimensões motivacionais apresentam uma correlação significativa com a opinião dos pais sobre a Educação Física). Em suma o nosso estudo permitiu-nos conhecer as motivações para a prática da educação física escolar, que não parecem variar relativamente aos tipos de escola observados. Constatamos também que a disciplina é muito valorizada pelos pais, principalmente das escolas TEIP, e que a sua opinião positiva está associada à motivação dos seus educandos.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3351
Designação: Mestrado em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário
Aparece nas colecções:FCSH - DCD | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Vitor Gomes.pdfDocumento principal766,54 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.