Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3494
Título: Metodologia para o estudo da composição de betões estruturais leves autocompactáveis com agregados de argila expandida
Autor: Pereira, Sandrine de Freitas
Orientador: Nepomuceno, Miguel Costa Santos
Oliveira, Luiz Antonio Pereira de
Palavras-chave: Betão autocompactável
Betão leve
Argila expandida
Betão de agregados leves - Resistência à compressão
Betão de agregados leves - Massa volúmica
Betão de agregados leves - Trabalhabilidade
Data de Defesa: 2013
Resumo: O presente trabalho descreve um estudo que teve como objetivo a definição dos parâmetros para a composição de betões estruturais autocompactáveis leves (LWSCC), incorporando agregados de argila expandida em substituição dos agregados naturais de massa volúmica normal, visando a adequação da metodologia proposta por Nepomuceno para os betões autocompactáveis de densidade normal (NWSCC). A avaliação destas adaptações foi efetuada sobretudo através de uma campanha experimental, mas foi também suportada pela pesquisa bibliográfica. A campanha experimental incluiu ensaios de caracterização dos materiais e ensaios em argamassas e betões, quer no estado fresco quer no estado endurecido, para avaliar as adaptações necessárias na referida metodologia. Avaliaram-se as propriedades dos materiais constituintes, com especial ênfase na absorção dos agregados leves. Foi estudada a curva de referência para os agregados grossos pelo método da baridade, para detetar possíveis diferenças face à proposta na metodologia dos NWSCC. Avaliaram-se ainda as propriedades de escoamento das argamassas adequadas à produção dos LWSCC, a relação entre as percentagens de substituição do cimento pela adição e as razões W/C e Vp/Vs, a estimativa de Vw/Vp e Sp/p% a usar nos ensaios iniciais da argamassa, as correlações com a resistência à compressão do betão e, em termos de trabalhabilidade, a relação entre os parâmetros Vp/Vs, Vm/Vg, Dm e H2/H1. Por último foi ainda avaliada qualitativamente a segregação estática. Os resultados obtidos permitiram concluir que a absorção dos agregados leves constitui um aspeto muito relevante neste tipo de betões. Verificou-se ainda que a curva de referência dos agregados grossos e as propriedades reológicas das argamassas propostas por Nepomuceno são adequadas à obtenção de LWSCC. A resistência à compressão do LWSCC depende não só da razão W/C mas também do volume de agregados grossos leves na mistura (Vm/Vg). A massa volúmica também é influenciada pela razão Vm/Vg. Foram obtidas as correlações necessárias à adequação da metodologia, nomeadamente as correlações com a resistência e massa volúmica. No estado fresco todas as misturas cumpriram os critérios de autocompactabilidade e a análise qualitativa das secções longitudinais de cilindros revelou misturas muito homogéneas, sem segregação e exsudação. Os resultados obtidos foram satisfatórios e conduziram ao desenvolvimento de uma proposta de metodologia para o estudo de betões autocompactáveis de agregados leves.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3494
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Engenharia Civil
Aparece nas colecções:FE - DECA | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Sandrine Pereira (M5030) - BAC com agregados leves, MSc, UBI, 2013.pdf6,63 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.