Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3541
Título: Desenvolvimento, simulação e validação de protocolos MAC e de encaminhamento para redes de sensores sem fios
Autor: Tavares, Jorge Miguel da Silva
Orientador: Velez, Fernando José da Silva
Palavras-chave: Redes de sensores sem fios
Redes de sensores sem fios - Protocolos MAC
Protocolos MAC - Validação
Data de Defesa: Ago-2009
Resumo: A optimização de protocolos com elevada eficiência energética em redes de sensores sem fios constitui um desafio e a sua aplicação em contextos de automação de processos e recolha de dados apresentou-se como uma grande motivação. Simularam-se aplicações capazes de encaminhar os dados pela rede até ao nó Sink para vários protocolos com diferentes parâmetros ajustáveis, tais como o tempo de escuta; dutycycle e o período de contenção. Consideraram-se sensores MICAz da Crossbow, a funcionar a 2,4GHz (IEEE 802.15.4) e suportados pelo sistema operativo TinyOS para instalação prática da aplicação nos nós sensores, ou suportada pelo simulador Castalia/OMNet++. Como cenário para as aplicações sem mobilidade, considera-se uma área para plantação onde os nós sensores a controlar a humidade do solo. Para as aplicações com mobilidade, considera-se que os nós sensores estão a monitorizar a localização de cada animal duma manada. Verificou-se, através de simulação em Castalia, que quanto maior for o período de escuta maior será o consumo de energia. Nas aplicações com mobilidade, o protocolo S-MAC é o que apresenta uma eficiência energética superior. Nas aplicações sem mobilidade, num cenário com 36 nós dispostos numa grelha rectangular, conclui-se que o protocolo T-MAC tem um desempenho energético ligeiramente superior. Caso se esteja a utilizar uma RSSF, numa aplicação prática em que todos os nós têm uma função crítica, deve-se escolher um valor para o período de contenção correspondente ao valor mais reduzido do desvio padrão da energia consumida. Caso a função de um nó sensor não seja crítica para o sistema, o valor óptimo para o período de contenção é dado pelo valor mínimo da média de consumo de energia da rede. No cenário considerado, os valores óptimos para o período de contenção são 40 e 50 ms, para os casos onde missão individual de cada nó é ―crítica‖ ou ―não crítica‖, respectivamente.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3541
Designação: Mestrado em Engenharia Electromecânica
Aparece nas colecções:FE - DEE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Jorge Tavares - M1612 - Eng. Electromecânica.pdfDocumento principal3,14 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.