Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3548
Título: Análise ergonómica de trabalho com as novas tecnologias : uma perspectiva da prevenção de lesões músculo-esqueléticas
Autor: Lima, Tânia Daniela Felgueiras de Miranda
Orientador: Coelho, Denis Alves
Palavras-chave: Ergonomia - Novas tecnologias - Segurança no trabalho
Equipamento informativo - Utilização - Aspectos ergonómicos - Saúde
Equipamento informático - Lesões músculo-esqueléticas - Prevenção do risco
Data de Defesa: 2009
Resumo: Esta dissertação aborda a temática da prevenção de lesões músculoesqueléticas ligadas ao trabalho (LMELT), focando-se nos membros superiores. Considera-se um contexto real de trabalho, em ambiente de escritório, envolvendo doze postos de trabalho, onde se desenvolve actividade ocupacional utilizando as novas tecnologias de informação e comunicação, de modo continuado. Os objectivos da dissertação passam por realizar uma análise ergonómica aos postos de trabalho onde se utilizam equipamentos informáticos no âmbito da organização empresarial focada; analisar, avaliar e definir medidas preventivas que visem a melhoria das condições de trabalho, nos postos focados, com o objectivo de eliminar ou diminuir o risco de ocorrência de lesões músculoesqueléticas e, contribuir para a consciencialização dos trabalhadores abrangidos pelo estudo para a gravidade do problema das lesões músculoesqueléticas. Procedeu-se à revisão bibliográfica das recomendações ergonómicas para trabalho de escritório com computadores, tendo sido desenvolvida uma nova lista de verificação para sistematizar no universo em análise a identificação de desadequações ergonómicas. Foi também seleccionado, de entre os métodos relatados na bibliografia, um método semi-quantitativo de aferição do risco de ocorrência de LMELT, atendendo a critérios de aplicabilidade e de adequabilidade ao caso real em estudo. O método de avaliação integrada do risco seleccionado e utilizado é o método RULA (Rapid Upper Limb Assessment). Foram detectadas desadequações ergonómicas significativas na maioria dos postos analisados, tendo-se aplicado o método RULA ao caso mais gravoso, e tendo sido posteriormente estabelecidas recomendações de melhoria para aplicação nos postos estudados de forma agrupada. Constatou-se ainda que a aplicação das recomendações nem sempre é de fácil aceitação por parte dos trabalhadores envolvidos, havendo a necessidade de uma monitorização regular, e de um aconselhamento continuado. O método de avaliação de riscos utilizado não contempla a análise dos factores psicossociais, embora estes factores se situem mais no âmbito da psicossociologia laboral do que no contexto da ergonomia. Se os métodos de avaliação de risco de lesões músculo-esqueléticas, integrassem esta temática, será que os resultados seriam os mesmos, assim como o seu nível de risco?
This dissertation is an approach to the work related musculoskeletal disorders (WRMD), focusing on the upper limbs. A real work context in an office environment was considered, involving twelve workplaces, where occupational activity implies the continuous use of new information and communication technologies. The aims of this dissertation are to carry out an ergonomic analysis of the workstations that use computer equipments in the business organization focused; to analyze, evaluate and define preventive actions to improve working conditions in the workstations focused upon, in order to eliminate or reduce the risk of musculoskeletal disorders; and, to contribute to raise awareness, of the workers covered by the study, about the severity of the problem of musculoskeletal disorders. A literature review of the ergonomic recommendations for office work with computers was performed, and based on this review a new checklist was developed for the systematic identification of inappropriate ergonomic situations in the analyzed universe. A semi-quantitative method for measuring the risk of WRMD was also selected, among the methods reported in literature, respecting the criteria of applicability and appropriateness to the real case studied. The method selected and deployed was the RULA Method (Rapid Upper Limb Assessment), an integrated method of risk assessment. Significant ergonomic mismatches were detected in most of the jobs analyzed; the RULA Method was applied to the most serious case, and, in order to improve work conditions recommendations were established for implementation in all workplaces. It was found that the implementation of the recommendations is not always easy to accept by the workers involved in the study, and regular monitoring and continued advising is needed. The method for risk assessment used does not include the analysis of psychosocial factors, although these factors are situated within work psychosociology rather than in the context of ergonomics. If the methods for risk assessment of musculoskeletal disorders, were to integrate this issue, would the results, as well as the attained level of risk, be the same?
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3548
Designação: Mestrado em Engenharia e Gestão Industrial
Aparece nas colecções:FE - DEE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_TML_09.pdfDocumento principal989,3 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.