Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3616
Título: Eficiência de ranibizumab em pacientes com degeneração macular relacionada com a idade neovascular
Autor: Lourenço, Maria João Azevedo
Orientador: Pérez Cambrodí, Rafael
Fiadeiro, Paulo Torrão
Gamborino Jordá, Maria José
Palavras-chave: Degenaração macular - Ranibizumab
Degenaração macular - Idade neovascular - Tratamento
Data de Defesa: 2009
Resumo: A degeneração macular relacionada com a idade é uma patologia do pólo posterior circunscrita à mácula, que afecta pessoas com mais de 50 anos. Os dados epidemiológicos referem que é a principal causa de cegueira nos países industrializados, prevendo-se que devido ao rápido envelhecimento da população, no ano 2020 o seu número haverá duplicado. A forma neovascular por ser a responsável pelo menos por 75% dos casos de cegueira, é a que suscita mais investigações. Diferentes estratégias terapêuticas estão actualmente disponíveis, com os antiangiogénicos a liderarem as escolhas dos clínicos. Este estudo teve como objectivos demonstrar a estabilização ou o melhoramento da acuidade visual após tratamento com ranibizumab (anti-angiogénico), num regime dose-variável, e avaliar o grau de satisfação com este tratamento dos pacientes com degenaração macular relacionada com a idade neovascular (DMRIn). Tratou-se de um estudo quasi-experimental, com um grupo pré/pós-teste e uma amostra de conveniência de seis pessoas. Após selecção, procedeu-se a um exame clínico completo da função visual dos pacientes (história médica e ocular, acuidade visual logMAR à distância e ao perto com cartões de leitura Bailey-Lovie, OCT e uma angiografia fluresceínica) e, no final, administrou-se o primeiro tratamento, com uma injecção intravítrea de Ranibizumab (0.5mg). Foram efectuados exames de seguimento mensais e os pacientes foram novamente tratados se necessário. Para perceber os efeitos morfológicos do tratamento, analisou-se os valores de espessura retiniana do OCT inicial, que foram comparados com os resultados no fim do tratamento. A acuidade visual também foi comparada antes e depois do tratamento com Ranibizumab. Para perceber a satisfação do paciente, aplicou-se o questionário MacTSQ por telefone, pouco depois do final do tratamento. Foi verificado um incremento médio de quatro letras na acuidade visual, resultante do tratamento. Um total de 83% evitou perdas superiores a 15 letras. Verificou-se uma diminuição média da espessura da retina central de 155 μm. O ranibizumab é eficaz na melhoria da acuidade visual e redução da espessura retiniana, tendo sido verificada uma relação tratamento-satisfação do paciente positiva.
Age-related macular degeneration is a disease of the posterior pole, limited to the macula wich affects people over the age of 50 years. Epidemiological data indicate that is the most common cause of visual impairment in industrialized nations, and it is expected that due to the rapid aging of the population, in the year 2020 this number will be doubled. Because the neovascular form is responsible for at least 75% of the cases of blindness, is the one that raises further investigation. Different therapeutic strategies are currently available, with the anti-angiogenic leading the choices of clinicians. The aim of this study was to demonstrate the stabilization or improvement of visual acuity after treatment with ranibizumab (anti-angiogenic), on a variable-dose regimen, and to assess the satisfaction of patients with Neovascular Age-related Macular Degeneration (nAMD) with this treatment. It was a quasi-experimental study, with one group pre/post-test design and a convenience trial of six persons. After selection, a full clinical assessment of the visual function of the patients (medical and ocular history, distance and near logMAR visual acuity with Bailey-Lovie reading cards, refraction and intraocular pression check, binocular ophthalmoscopy, fundus photography, OCT and a fluoresceine angiography) was taken and, at the end of it, the first treatment was administrated, with one intravitreal injection of Ranibizumab (0.5mg). After this, monthly follow-up examinations were taken, and patients were retreated if necessary. To be aware of the morphologic effects of the treatment, the scan OCT at baseline was analysed and compared with the results at the end of the treatment. Also, the visual acuity was compared before and after the treatment with Ranibizumab. To understand patient satisfaction, the MacTSQ questionnaire was administered by phone, shortly after the final treatment. It was found an average increase of four letters in visual acuity, resulting from treatment. A total of 83% avoided losses of more than 15 letters. There was an average decrease of central retinal thickness of 155 μm. The ranibizumab is effective in improving visual acuity and in the reduction of retinal thickness, and it was found a positive relation-treatment satisfaction of patients. Key
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3616
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Optometria em Ciências da Visão
Aparece nas colecções:FC - DF | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese DMRI.pdf5,11 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.