Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3830
Título: Planeamento e optimização de uma rede sem fios IEEE 802.16-2004 no concelho da Covilhã
Autor: Silva, Cláudio Comissário da
Orientador: Velez, Fernando José da Silva
Palavras-chave: WiMAX (Worldwide Interoperability for Microwave Access)
Rede sem fios
Planeamento celular - Propagação
Planeamento celular - Cobertura
Planeamento celular - Reutilização
WiMAX móvel - Norma IEEE 802.16
Data de Defesa: 2008
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: Esta dissertação apresenta o planeamento e optimização de uma rede sem fios IEEE 802.16-2004 no concelho e cidade da Covilhã. Os sistemas BWA (Broadband Wireless Access) surgiram como uma solução para o acesso à banda larga sem fios. Estes sistemas foram desenvolvidos para transmitir dados e serviços multimédia com diferentes requisitos de qualidade de serviço ao nível de redes cabladas. Começa-se por realizar uma descrição geral do WiMAX, baseado nas normas IEEE 802.16-2004 e IEEE 802.16e, mostrando-se que apesar das diferenças as duas tecnologias não são oponentes, mas sim complementares de modo a fornecerem uma solução integrada para o acesso às redes de comunicação. Em seguida abordaram-se os conceitos fundamentais para o planeamento celular, nomeadamente propagação, cobertura, reutilização e capacidade de sistema. Elabora-ram-se bases de dados topográficos e de vector para o concelho e da cidade da Covilhã, no software WallMan do WinProp a partir de dados extraídos do ArcView, utilizando a base de dados do cenário e as características das antenas da BS (Base Station). Realizou-se também uma abordagem analítica detalhada para a escolha adequada do padrão de reutilização com o objectivo de optimizar a cobertura, minimizar a interferência e aumentar a capacidade global do sistema. Verifica-se que o sistema apresenta resultados mais favoráveis para o padrão de reutilização com a utilização de antenas sectoriais em vez de antenas omnidireccionais, melhorando-se a significativamente a capacidade de sistema, por exemplo, com um raio de cobertura máximo de 1.2 km, consegue-se passar de uma modulação 16-QAM ½, que corresponde ao ritmo de transmissão de 4.23 Mbps, sem sectorização para a modulação 16-QAM ¾ (5.64 Mbps), com sectorização. No UL sem a opção de sub-canalização alcançamos uma modulação de ordem inferior num raio até 2 km. No entanto, com a sub-canalização melhora-se o desempenho em termos de cobertura, alcançando-se aproximadamente 6 km de raio e passando-se de 2.82 Mbps para 4.23 Mbps. A redução do padrão de reutilização corresponde de forma directa a um aumento de capacidade e não à melhoria de cobertura, embora de forma indirecta também permita melhorar a capacidade do sistema, dado que se utiliza a modulação e codificação adaptativa. Em conclusão, no concelho da Covilhã verifica-se que, com um padrão de reutilização igual a 7, é possível elaborar-se uma rede com desempenho adequado com dezoito estações base tri-sectoriais.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3830
Designação: Mestrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores
Aparece nas colecções:FE - DEE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
02 - Capa da tese.pdfCapa39,03 kBAdobe PDFVer/Abrir
01 - Parte inicial_VFinal.pdfAgradecimentos e resumo423,97 kBAdobe PDFVer/Abrir
00 - Dissertação Versão_Final.pdfDocumento principal11,38 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.