Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3866
Título: Relacionamento entre rendibilidade e financiamento das PME portuguesas
Autor: Rapôso, Sónia Cristina Paulo
Orientador: Teixeira, Zélia Maria da Silva Serrasqueiro
Palavras-chave: PME - Financiamento - Rendibilidade - Portugal
PME - Teoria da agência
PME - Ciclo de vida
Data de Defesa: 2009
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: Esta dissertação tem como objectivos analisar os determinantes da rendibilidade das PME Portuguesas e relacionar as fontes de financiamento com a rendibilidade das PME Portuguesas. Como metodologia da parte empírica utilizaram-se modelos dinâmicos de dados em painel de 768 PME Portuguesas retiradas da base de dados SABI (Sistema de Balanços Ibéricos – System Analysis of Iberian Balance Sheets) para um período de estudo entre 1997 e 2005, perfazendo um total de 6144 observações. Para a análise dos factores determinantes da rendibilidade utilizaram-se como variáveis explicativas a dimensão, idade, estrutura do activo, risco, crescimento, financiamento alheio, financiamento próprio, fontes de financiamento de capital próprio e fontes de financiamento de capital alheio. Na revisão de literatura do presente estudo abordam-se diversas teorias financeiras que fundamentam as relações entre a rendibilidade e seus determinantes, sendo elas a teoria de Modigliani e Miller (1958 e 1963), a teoria do trade-off estático desenvolvida por Baxter (1967) e Kraus e Litzenberger (1973), a teoria da agência abordada por Jensen e Meckling (1976); a teoria do pecking order desenvolvida por Myers (1984) e Myers e Majluf (1984); e por fim a teoria do ciclo de vida abordada neste estudo segundo a perspectiva de Walker (1989). No que respeita aos resultados encontrados, verificamos que 1) a fonte de financiamento relativa aos fornecedores de médio e longo prazo assume importância considerável para as PME Portuguesas; 2) a idade da empresa é um determinante que influencia positivamente a rendibilidade; e 3) o capital próprio relaciona-se negativamente com a rendibilidade, provavelmente devido a elevados custos financeiros suportados pelas PME Portuguesas, tendo em conta que a rendibilidade foi calculada com base no rácio resultados operacionais sobre o activo total.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3866
Designação: Mestrado em Economia
Aparece nas colecções:FCSH - DGE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Sónia_dissertação final.pdf348,82 kBAdobe PDFVer/Abrir
Tabelas Finais.xls119,5 kBMicrosoft ExcelVer/Abrir
Base de dados.xls2,36 MBMicrosoft ExcelVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.