Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3920
Título: Estudo da biodegradabilidade anaeróbia de compostos lenho-celulósicos e da recuperação dos produtos residuais
Autor: Tomé, Andreia Sofia da Fonseca
Orientador: Morão, António Miguel
Palavras-chave: Compostos lenho-celulósicos - Biodegradação anaeróbica
Produtos residuais - Recuperação
Data de Defesa: 2009
Resumo: Este trabalho visa esclarecer o processo de biodegradação anaeróbia da dreche cervejeira, por populações mistas, sob condições mesófilas (37 + 2ºC) e termófilas (55 + 2ºC), na presença de co-substratos solúveis (glucose e acetato) e de um corante azo, Acid Orange 7. Efectuaram-se ainda ensaios de remoção da CQO residual por aplicação de tecnologias de polimento (microfiltração e coagulação/floculação). Os ensaios de Actividade Metanogénica Específica (SMA) foram efectuados com as populações mistas mesófilas, desenvolvidas usando glucose como substrato principal, e com duas populações mistas termófilas desenvolvidas, uma com glucose e a outra com substratos múltiplos (dreche cervejeira e glucose). Os valores mais elevados da actividade metanogénica específica (SMA), no geral, foram alcançados para as populações mesófilas incubadas com dreche (que variam entre 1,01+0,08 e 2,75+0,01 Lbiogás/gSSV.d). A presença de um co-substrato parece aumentar os valores da SMA, particularmente para as culturas termófilas alimentadas com acetato de sódio. Nestes ensaios foi também obtida uma remoção de cor elevada (93% ±2%). Os ensaios de biodegradação anaeróbia visaram avaliar a biodegradabilidade da dreche cervejeira. Os produtos de degradação foram monitorizados por quantificação da CQO, da lignina solúvel (LS) e da lignina precipitada em meio ácido (LPA), no licor sobrenadante. O teor de LPA depende da hidrodinâmica do sistema (descontínuo ou continuo), da temperatura e do pré-tratamento da dreche (por exemplo para culturas mesófilas incubadas com SBG e glucose o teor de LPA no licor residual de reactores descontínuos foi de 0,17 ± 0,01 g/L e no efluente tratado de um reactor termófilo contínuo foi de 0,02 g/L). A dreche pré-lavada é mais susceptível à degradação em regime termofílico. Estudou-se a remoção da carga residual de dois efluentes diferentes provenientes do tratamento biológico em bioreactores UASB a operarem em condições termófilas (55 + 2ºC) e mesófilas (34 + 2ºC) com dreche incorporada no leito de biomassa bacteriana. Para este estudo recorreu-se à microfiltração e coagulação/floculação, sendo a eficiência determinada em função do teor de lignina e índice de carga orgânica (CQO), obtendo-se para a microfiltração uma remoção de 62 ± 2 % da CQO residual no efluente mesófilo e 8 ± 3%, no efluente termófilo. A coagulação/floculação removeu 67±4% e 97±1% da CQO presente nos efluentes mesófilos e termófilo respectivamente. No entanto, foi necessária uma dosagem superior de coagulante para conseguir essa eficiência (0,5 g Al2(SO4)3.16H2O /L).
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3920
Designação: Mestrado em Química
Aparece nas colecções:FC - DQ | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese, Andreia T.pdf2,36 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.