Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/4162
Título: O Realismo da Fenomenologia de Munique
Autor: Fidalgo, António Carreto
Palavras-chave: Fenomenologia
Filosofia - Fenomelogia
Realismo
Psicologia
Husserl
Morfologia
Data: 1991
Editora: Faculdade de Filosofia da Universidade Católica Portuguesa
Citação: Fidalgo, António, 1991, O Realismo da Fenomenologia de Munique, Braga: Faculdade de Filosofia
Resumo: A crescente investigação científica de que a fenomenologia de Munique tem sido objecto nas duas últimas décadas, e que se tem manifestado num considerável aumento da sua bibliografia secundária, tem vindo a desfazer a imagem de fenomenologia menor que desde muito cedo se fez desta corrente fenomenológica. Herbert Spiegelberg foi o primeiro a fazer em 1960 na obra The Phenomenological Movement uma apresentação de conjunto dos fenomenólogos de Munique e, assim, a lançar os fundamentos para toda a investigação posterior. Spiegelberg distingue na primeira geração de fenomenólogos os círculos de Göttingen e Munique e o grupo de Friburgo. Com a designação de “círculos” Spiegelberg visa salientar a coesão dos primeiros discípulos de Husserl em torno de uma acepção comum de fenomenologia, coesão essa que já não se encontra em Friburgo.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/4162
Aparece nas colecções:FAL - DCA | Documentos por Auto-Depósito

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
fidalgo_antonio_realismo_fenomenologia_munique.pdf1,51 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.