Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/4306
Título: Caminha sílaba a sílaba: a arte de viajar na poesia de Eugénio de Andrade
Autor: Mancelos, João de
Palavras-chave: Eugénio de Andrade
Visão mediterrânica
Turismo
Genius loci
Paisagens mentais
Data: 2008
Editora: Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Citação: Mancelos, João de. “Caminha sílaba a sílaba: A arte de viajar na poesia de Eugénio de Andrade”. Polissema (Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto) 8 (2008): 113-122. ISSN: 1645-1937.
Resumo: Eugénio de Andrade (1923-2005) é um dos mais celebrados e traduzidos poetas portugueses contemporâneos, com mais de trinta volumes de poesia, e vários prémios nacionais e internacionais. Como poeta atento e turista curioso, Andrade viajou com frequência para Espanha, França, Itália e Grécia, ao encontro de outros escritores (Vicente Aleixandre, Dámaso Alonso, etc.), e visitou diversas cidades e locais históricos. Recorrentemente, menciona Madrid, Valverde del Fresno, Roma, Delfos, Tebas, Súnion, Veneza, Brindisi, Corfu, etc. Em resultado destas viagens, existem, na sua poesia, poemas em prosa e crónicas, abundantes referências aos países, cultura e paisagem natural do Mediterrâneo. Eugénio de Andrade captura poeticamente o “genius loci”, realçando os laços entre os povos, a fauna, a flora e o clima. Desde os primeiros escritos até ao seu último livro, o poeta coerentemente apresenta uma “visão mediterrânica”. Recorrendo às suas obras e a excertos de algumas das entrevistas que concedeu, este artigo exemplifica, analisa e avalia estes aspetos, explorando uma faceta menos conhecida da obra eugeniana.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/4306
ISSN: 1645-1937
Aparece nas colecções:FAL - DCA | Documentos por Auto-Depósito

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
caminhasilaba.pdf394,32 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.