Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/4326
Título: A figura da Llorona no romance Heart of Aztlán, de Rudolfo Anaya: sobrevivência de um mito no rio do tempo
Autor: Mancelos, João de
Palavras-chave: Rudolfo Anaya
Heart of Aztlán
Literatura mexicano-americana
Llorona
Mito
Data: 2001
Editora: Universidade Católica Portuguesa
Citação: Mancelos, João de. “A figura da Llorona no romance Heart of Aztlán, de Rudolfo Anaya: Sobrevivência de um mito no rio do tempo”. Mathésis (Universidade Católica Portuguesa, Viseu) 10 (2001): 127-135. ISSN: 0872-0215.
Resumo: A Llorona é uma personagem bem conhecida de numerosas lendas, poemas e canções do sudoeste. Alguns historiadores acreditam que este mito tem origem na deusa asteca Cihuacoatl, enquanto outros traçam a sua origem até à colonização do novo mundo. Neste artigo, argumento que, no romance Heart of Aztlán, de Rudolfo Anaya, a Llorona é recriada para adquirir novos significados: a) uma velha louca, que vive nas margens de um canal e assusta tanto os adultos como as crianças; b) uma bruxa, possuidora da “piedra nala”, um seixo com poderes mágicos; c) as sirenas da polícia e da fábrica, ambas símbolos da repressão dos trabalhadores chicanos; d) a nova chicana, uma mulher independente, demonizada pela sociedade patriarcal. Para ilustrar os diversos sentidos possíveis da Llorona, recorro ao romance Heart of Aztlán; ao trabalho de folcloristas mexicanos-americanos; e à opinião de vários especialistas na ficção de Rudolfo Anaya.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/4326
ISSN: 0872-0215
Aparece nas colecções:FAL - DCA | Documentos por Auto-Depósito

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
afiguradallorona.pdf465,14 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.