Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/839
Título: Efeito do consumo do tabaco na fertilidade masculina
Autor: Oliveira, Álvaro André Vilela de
Palavras-chave: Fertilidade masculina - Tabaco
Espermatogénese - Tabaco
Tabaco - Homem - Aspectos hormonais
Data de Defesa: Jun-2010
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: O efeito do fumo do tabaco representa um dos maiores desafios mundiais de saúde, devido à sua alta prevalência a nível mundial e à elevada morbilidade e mortalidade resultantes das suas inúmeras complicações. Uma vez que o número de fumadores está a aumentar em todo o mundo, é importante compreender completamente o impacto na reprodução humana e os riscos associados ao fumo do cigarro. O objectivo desta dissertação de mestrado é realizar uma revisão bibliográfica sistemática sobre o impacto do fumo do cigarro na espermatogénese e, consequentemente, na fertilidade masculina, bem como procurar elucidar os mecanismos patofisiológicos que contribuem para este problema. Vários estudos demonstraram que o fumo do tabaco afecta negativamente a espermatogénese, comprometendo assim a fertilidade masculina. Provoca significativas alterações cromossómicas e no ADN dos espermatozóides, sendo a aneuploidia a alteração mais prevalente. É responsável por provocar também alterações no volume e densidade do esperma, bem como na morfologia e mobilidade dos espermatozóides. O fumo do tabaco é ainda capaz de provocar alterações nos níveis e secreções hormonais, alterando também, consequentemente, a espermatogénese. Pode ainda ser responsável pela alteração da normal constituição do fluido seminal. Com base nas publicações existentes é possível concluir que o fumo do cigarro afecta negativamente a qualidade do esperma, por interferência a vários níveis na espermatogénese, acarretando, por isso, consequências nefastas para a fertilidade masculina. Embora estudos em modelos animais tenham demonstrado que o fumo do cigarro é responsável por alterações na espermatogénese e, consequentemente, na fertilidade, estão ainda por elucidar alguns mecanismos patofisiológicos que conduzem a estas alterações. Deste modo torna‐se necessário realizar estudos que visem detalhar as alterações celulares e moleculares na relação tabaco/fertilidade.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/839
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Mestrado - Efeito do consumo do tabaco na fertilidade masculina.pdf1,6 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.