Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/841
Título: Fibromialgia : do mito à realidade
Autor: Neves, João Miguel Fernandes
Palavras-chave: Fibromialgia
Dor
Sistema nociceptivo
Fibromialgia - Diagnóstico
Fibromialgia - Prevenção
Fibromialgia - Qualidade de vida
Data de Defesa: Jun-2008
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: A fibromialgia (FM) é uma condição de dor crónica, generalizada e de difí-cil tratamento, com importante prevalência na população em geral. A fibromialgia é mais do que um estado de dor músculo-esquelética crónica, porque a maioria destes pacientes também refere fadiga, distúrbios do sono, dor visceral, intole-rância ao exercício e queixas neurológicas. É uma síndrome caracterizada mais por sintomas, sofrimento e incapacidades do que por alterações orgânicas estru-turais demonstráveis, podendo fazer parte do grupo de síndromes funcionais. Muitas tentativas para elucidar a patogenia orgânica da FM, como pesquisas em genética, aminas biogénicas, neurotransmissores, hormonas do eixo hipotálamo-hipófise-supra-renal, stress oxidativo, mecanismos de modulação da dor, sensibi-lização central e função autonómica na FM, revelam várias anormalidades, indi-cando que múltiplos factores e mecanismos podem estar envolvidos na sua pato-génese. A fibromialgia continua a ser um conceito controverso em medicina. Esta revisão crítica considera importantes contributos para as “guerras da fibromialgia”, ao longo da história mais recente, sublinhando alguns dados relevantes da inves-tigação biológica, psicológica e social. Não obstante os putativos mecanismos fisiopatológicos que determinam a sua génese ou acompanham a sua evolução temporal, a fibromialgia pode ser compreendida à luz de fenómenos psicológicos e sociais que caracterizam os processos de somatização e comportamentos de doença, como um idioma de mal-estar ou sofrimento que desafia as conjecturas comuns da nossa prática clínica. O tratamento da FM consiste em medidas edu-cacionais, exercício aeróbico, terapia cognitivo-comportamental e tratamento farmacológico (antidepressivos, analgésicos).
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/841
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de Mestrado - FM- J.Neves.doc7,61 MBMicrosoft WordVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.