Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/921
Título: Diferenças nos hábitos alimentares e imagem corporal entre os alunos do 1º e 6º ano de medicina da Universidade da Beira Interior
Autor: Fernandes, Levi Gonçalves Reina Amaral
Palavras-chave: Hábitos alimentares - Alunos de medicina
Hábitos alimentares - Alunos de medicina - Imagem corporal
Alimentação saudável - Estilo de vida saudável - Alunos de medicina
Data de Defesa: Jun-2011
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: Introdução: Na vida de um estudante, a entrada na universidade é provavelmente um dos passos mais grandiosos e que mais influenciará o seu futuro. Esta transição adquire relevada importância visto muitas vezes ser acompanhada de uma mudança radical de ambiente, em que o estudante sai de casa, se “desprende” da família e de uma rede de social já estabelecida. Neste novo ambiente, o estudante tem de se adaptar, desenvolver novas capacidades e lidar com uma maior autonomia e independência de que agora dispõe. Um dos grandes desafios que surge relaciona-se com a gestão da sua alimentação. Sem o apoio logístico familiar que possuíam, torna-se mais difícil iniciar esta nova etapa das suas vidas com uma alimentação correcta e equilibrada. Assim sendo, o primeiro ano da faculdade é um período crítico que acarreta um elevado risco de má nutrição para estes adultos-jovens. Vários factores estão implicados neste processo, nomeadamente a alteração dos hábitos alimentares e da prática de exercício físico, o aumento do consumo de álcool e tabaco. Associado a isso, a pressão social a que estão sujeitos faz com que a imagem corporal adquira uma nova dimensão nas suas vidas, sendo por isso relevante perceber que ideia é que estes têm de “Corpo real/ideal” e se esta difere entre o primeiro e o sexto ano da universidade. Objectivo: Comparar a as diferenças nos hábitos alimentares/estilo de vida entre os estudantes do 1º e do 6º ano do Curso de Medicina da Universidade da Beira Interior e ter noção da percepção que estes têm de “Corpo real/ideal”. Métodos: Realizou-se um estudo descritivo correlacional transversal para o qual foi construído um questionário anónimo e de auto-resposta (com recurso ao software “LimeSurvey®”), que foi enviado para a mailing list dos alunos do 1º e do 6º ano do curso de Medicina da Universidade da Beira Interior. Resultados: Não foram encontradas diferenças significativas para a maioria das categorias de hábitos alimentares e estilo de vida seleccionadas nem para a percepção/imagem corporal, entre os alunos do 1º e do 6º ano do curso de Medicina da Universidade da Beira Interior. Conclusão: Os resultados obtidos sugerem que não vão ocorrer grandes modificações nos hábitos alimentares, estilo de vida e percepção corporal num aluno, ao longo do seu percurso pela Universidade.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/921
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação final Levi.pdf801,54 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.