Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/926
Título: Diferenças no perfil lipídico dos doentes com AVC isquémico, segundo o subtipo etiológico
Autor: Esteves, Ana Isabel Machado
Palavras-chave: Acidente vascular cerebral
Acidente vascular cerebral isquémico
Acidente vascular cerebral isquémico - Factores de risco
Acidente vascular cerebral isquémico - Colesterol
Acidente vascular cerebral isquémico - Triglicéridos
Data de Defesa: Jun-2009
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: Introdução: O Acidente Vascular Cerebral figura como a principal causa de morte e incapacidade em Portugal. Sendo uma doença mais incapacitante do que mortal, a diminuição da qualidade de vida e a necessidade de institucionalização a longo prazo são bastante frequentes. Com a Medicina Preventiva a assumir grande importância na medicina de hoje é fundamental conhecer os factores de risco para podermos actuar. O perfil lipídico como factor de risco de doença coronária aguda há muito que está estabelecido, mas a sua associação com AVC isquémico e particularmente com os seus subtipos, permanece controversa. Objectivo: Discriminar pelos diferentes subtipos de AVC, as diferenças no perfil lipídico dos doentes internados na unidade de AVC (UAVC) do Centro Hospitalar Cova da Beira (CHCB) , com diagnóstico de AVC isquémico. Métodos: Neste estudo retrospectivo foram analisados os processos clínicos dos doentes internados na UAVC durante o ano 2008 com o diagnóstico de AVC isquémico. Estes doentes foram classificados segundo os critérios de TOAST. Em cada subgrupo avaliou-se o perfil lipídico e outros factores de risco cardiovasculares. Resultados: Durante o ano de 2008, estiveram 223 doentes internados na UAVC com o diagnóstico de AVC isquémico. Segundo os critérios de TOAST, 78 doentes foram classificados como AVC cardioembólicos (35%), 30 doentes como AVC aterotrombótico (14%), 32 doentes como AVC lacunar (14%), 74 doentes de causa indeterminada(33%) e 1 doente de causa invariável (4%). Relativamente à análise dos factores de risco segundo os subtipos de AVC, destaca-se a forte associação encontrada entre o AVC cardioembólico com a fibrilhação auricular (p< 0,001) e cardiopatia isquémica (p=0,023); a associação do subtipo aterotrombótico com o sexo masculino (p= 0,001), hipertensão (HTA) (p=0,007), diabetes mellitus (DM) (p= 0,014), consumo de álcool (p<0,001) e de tabaco (p<0,001); e a relação do enfarte lacunar com a DM (p=0,006). Quanto às variáveis principais, verificou-se que os valores elevados de Total-C, LDL-C e triglicéridos estavam significativamente associados aos subtipos aterotrombótico e lacunar. Conclusão: Este estudo sugere a existência de diferenças no perfil lipídico nos diferentes subtipos de AVC isquémico. Demonstrando uma maior associação da hipercolesterolémia e hipertrigliceridémia com o AVC aterotrombótico e enfarte lacunar.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/926
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Mestrado Versão Ana Esteves.pdf1,29 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.