Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/956
Título: A água mineral natural de Unhais da Serra como terapia complementar na lombalgia por espondilartrose
Autor: Ferreira, Marta Isabel Araújo
Palavras-chave: Espondilartrose lombar - Tratamento termal
Espondilartrose lombar - Termalismo - Portugal
Lombalgia por espondilartrose - Qualidade de vida
Data de Defesa: Mai-2011
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: Introdução: A espondilartrose lombar representa um importante factor de dor crónica incapacitante e baixa qualidade de vida na população adulta e um problema devastador de Saúde Pública pelo seu notável impacto social e custos médicos. A Crenoterapia com água sulfúrea mostra-se como uma terapêutica complementar, menos tóxica e traumatizante. O número de estudos que avaliam o efeito das águas minerais naturais no tratamento da lombalgia crónica é relativamente pequeno e este tipo de tratamento ainda é visto com algum cepticismo pela comunidade científica. Objectivo: Determinar se os tratamentos com a água mineral natural de Unhais da Serra são eficazes na lombalgia por espondilartrose. Metodologia: Estudo descritivo, observacional longitudinal, não controlado, com carácter prospectivo. Os 51 termalistas participantes no estudo foram submetidos a 14 dias de tratamento com a água mineral natural de Unhais da Serra. Foi aplicado um questionário com os seguintes parâmetros de avaliação: intensidade da dor (Escala Visual Analógica), qualidade de vida (SF36v2), incapacidade (ODIv2), absentismo laboral, surtos agudos/recaídas, consumo de medicamentos. A avaliação foi feita em 4 momentos distintos: no primeiro dia antes, 14 dias, 3 e 6 meses após o tratamento termal. Resultados: A média de idade da amostra foi de 60,53 anos e 60,8% eram do sexo feminino. Os termalistas apresentavam a patologia em estudo, em média, há 7,35 anos, sendo que 50,9% se encontravam reformados e 90,2% eram oriundos de um distrito do interior do país. Observou-se uma melhoria estatisticamente significativa (p<0,05) na intensidade da dor, qualidade de vida, incapacidade, absentismo laboral e consumo de medicamentos, 14 dias, 3 e 6 meses após o tratamento termal comparativamente ao momento inicial. Não houve influência sobre o número de surtos agudos/recaídas. Quanto às variáveis sócio-demográficas e clínicas, não se obtiveram resultados consistentes, apenas correlações fracas e diferenças em apenas alguns momentos de avaliação. Conclusão: O tratamento com a água mineral natural efectuado nas termas de Unhais da Serra mostrou-se eficaz em doentes seleccionados com espondilartrose lombar a curto e médio prazo.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/956
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Autorização ODI Email.pdfAutorização ODI Email87,54 kBAdobe PDFVer/Abrir
Dissertação Mestrado_Marta Ferreira.pdfTese1,36 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.