Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/977
Título: Dengue : etiologia, patogénese e suas implicações a nível global
Autor: Nunes, Juliana da Silva
Palavras-chave: Dengue
Dengue - Diagnóstico
Dengue - Tratamento
Dengue - Prevenção do risco
Aedes aegypti
Aedes albopictus
Data de Defesa: Mai-2011
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: A doença causada pelo vírus do Dengue tornou-se uma das principais doenças infecciosas emergentes a nível mundial, sendo agora considerada uma epidemia global e registada em mais de 120 países. Tal facto põe em risco grande parte da população mundial. O vírus do Dengue pertence ao grupo das arboviroses, referente a família Flaviviridae, género Flavivírus, possui quatro serotipos geneticamente e antigenicamente distintos (1-4). Transmitido ao homem através da picada de mosquitos hematófagos fêmeas do género Aedes, principalmente o Aedes Aegypti e Aedes Albopictus. Ambos possuem disseminação a nível mundial, com um aumento crescente de propagação a nível da Europa. A manifestação clínica pode variar desde uma infecção assintomática, como causar uma doença febril (designada Febre do Dengue), podendo ainda evoluir para um quadro hemorrágico seguido ou não de choque, conhecidos respectivamente como, febre Hemorrágica do Dengue e Síndrome do Choque do Dengue. Vários factores influenciam a disseminação da doença e entre as principais estão: as alterações climáticas (aumento do aquecimento global), expansão da densidade populacional, exportações de mercadorias contendo ovos, bem como a facilidade em realizar viagens para países endémicos. A actual preocupação é consequência da crescente globalização, o que possibilita a interacção e aproximação de vários países permitindo a propagação mais rápida de doenças. Estes factores em conjunto afectam a disseminação dos vectores para áreas onde antes não existiam, e consequentemente aumentam a dispersão desta doença causando um grave impacto na saúde pública mundial. Com o fracasso das campanhas de controlo do vector, torna-se necessário o desenvolvimento de uma vacina segura e capaz de proteger a população mundial diminuindo a morbilidade e mortalidade relacionadas com à doença. Outro aspecto importante é o fortalecimento das campanhas existentes. A presente dissertação pretende efectuar uma revisão da literatura existente no âmbito da melhor caracterização da epidemiologia, etiologia e patogénese do vírus do Dengue, como também reconhecer a importância do correcto diagnóstico e tratamento da doença. Serve ainda para alertar sobre o processo de globalização, bem como outros factores que podem afectar a propagação de doenças transmitidas por vectores a nível mundial.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/977
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Juliana Nunes.pdf1,23 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.