Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/5007
Título: Doença Inflamatória Intestinal
Outros títulos: Desafios do diagnóstico
Autor: Moreno, Bernardo José Lagarto de Brito Geraldes
Orientador: Sousa, Rui Manuel Gonçalves Cabral Martins de
Palavras-chave: Colite Ulcerosa
Diagnósticos Diferenciais
Doença de Crohn
Doença Inflamatória Intestinal
Exames de Diagnóstico
Data de Defesa: 15-Jul-2014
Resumo: A incidência da Doença Inflamatória Intestinal tem vindo a aumentar nos últimos anos, o que torna necessário um maior investimento para compreender o fenómeno e para tentar encontrar a cura. A Doença Inflamatória Intestinal engloba duas categorias principais, a Doença de Crohn e a Colite Ulcerosa. Entre as quais existem algumas características clínicas e patológicas que as diferenciam, mas que nem sempre são fáceis de identificar. Mesmo com os avanços científicos dos últimos anos, existe ainda um longo caminho a percorrer, nomeadamente no que diz respeito ao desenvolvimento de competências para se obter um diagnóstico precoce correto e distinguir a Doença de Crohn da Colite Ulcerosa. A Doença Inflamatória Intestinal, considerada uma doença crónica, ainda de causa desconhecida, tem grande impacto social por ser incapacitante e responsável por uma acentuada diminuição de qualidade de vida do paciente. A realização do diagnóstico pode ser encarada como um dos principais desafios no processo de intervenção clínica, devido à semelhança com outras patologias e às suas múltiplas formas de apresentação. Esta diferenciação é fundamental no processo de tratamento de um paciente, com um grande efeito sobre o cuidado clínico, passível de otimizar o resultado do tratamento. Esta monografia é uma reflexão sobre os desafios do diagnóstico no caso da Doença Inflamatória Intestinal, procurando realçar a importância da utilização dos métodos de diagnóstico disponíveis, e os resultados a obter a partir destas ferramentas. Neste percurso, foram identificadas algumas doenças que podem mimetizar tanto as manifestações clínicas como os resultados obtidos. O trabalho complementa-se com uma breve referência a um caso clínico, cujo diagnóstico se tornou um desafio, difícil e demorado. Uma história passível de se ver refletida em espelho no autor, e que poderia ser contada na primeira pessoa, residindo aqui, também, um grande desafio. Ao longo do estudo fez-se a revisão da literatura existente sobre o tema, partindo da leitura de artigos e livros, recolha de informação durante a participação em congressos e informação obtida no decorrer deste curso. Do trabalho realizado, pretendemos aferir que apesar da maior parte dos casos de diagnóstico ser feita de uma forma correta, há margem de erro significativa que pode, em alguns momentos, comprometer a pesquisa, dificultando o processo terapêutico. A leitura sistemática de artigos, de livros, a recolha de informação, foram o ponto de partida para a revisão da literatura existente, aprofundada durante a realização deste curso.
The Inflammatory Bowel Disease incidence has increased in recent years. An increased investment is needed to understand this phenomenon to find a cure. Inflammatory Bowel disease has two main categories, Crohn's Disease and Ulcerative Colitis, among which there are some clinical and pathological characteristics that differentiate them, but they are not always easy to identify. Even with scientific advances of recent years, there is still a long way to go, particularly with regard to skills development for an early correct diagnosis and distinguish Crohn's Disease from Ulcerative Colitis. Inflammatory Bowel Disease is considered a chronic disease of unknown cause. It has a big social impact for being crippling and responsible for a marked deterioration in the quality of patient’s life. Making the diagnosis can be seen as a major challenge in clinical intervention process, due to the similarity with other diseases and its various forms of presentation. This distinction is critical in the treatment process, with a large effect on the clinical care by improving the outcome of treatment. This monograph is a reflection on the diagnosis challenges in the Inflammatory Bowel Disease, looking forward to highlight the importance of using the diagnosis resources available, and the results that we could get from these tools. It has been identified some diseases that can mimic both the clinical manifestations and the results obtained. The work is complemented with a brief reference to a case in which diagnosis has become a challenge, difficult and time consuming. An history that could be told by the author in the first person, which is a great challenge, too. Throughout the study was made a review about the existing literature on the subject, starting with the reading of articles and books, information collected during the participation in conferences and information obtained throughout this course. With the work, we intend to infer that although most diagnosis cases are made in a correct way, there is significant margin of error that can, at times, compromise the research, hindering the therapeutic process. A systematic reading of articles and books and information gathering were the starting point for the review of existing literature developed during this course.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/5007
Designação: Mestrado Integrado em Medicina
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
3377_6774.pdf507,26 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.