Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/6334
Título: Comportamento reológico e mecânico de argamassas com agregados finos reciclados de resíduos de vidro
Autor: Peixeiro, Tomás Fidalgo
Orientador: Oliveira, Luiz António Pereira de
Palavras-chave: Agregados Finos Reciclados de Vidro
Areia Natural
Argamassa
Comportamento Mecânico.
Reologia
Data de Defesa: 16-Nov-2016
Resumo: As argamassas desempenham um papel bastante importante na construção. As suas propriedades tanto no estado fresco como no estado endurecido merecem ser foco de estudo para que estas se tornem cada vez mais eficientes, seja a nível de segurança, de funcionalidade ou de economia. De forma a melhorar a economia deste material, a substituição de agregados finos de areia natural por agregados finos reciclados de resíduos de vidro apresenta-se como uma solução sustentável tanto a nível económico como ambiental. No presente trabalho estuda-se a influência da introdução destes agregados no desempenho mecânico e reológico das argamassas. Para o estudo do comportamento mecânico e reológico das argamassas com substituição de agregados finos de areia natural por agregados finos de vidro reciclado foi utilizada uma argamassa de referência com agregados finos convencionais de traço em massa cimento:areia de 1:3 (cimento Portland CEM I 32,5R e areia natural do rio Tejo 0/4) cuja quantidade de água foi ajustada para se obter a consistência pretendida no ensaio de consistência (flow table). Mantendo as mesmas proporções, foram depois criadas argamassas com substituições de 50%, 75% e 100% de agregados finos de areia natural por agregados finos reciclados de vidro. O estudo das argamassas no estado fresco foi feito através dos ensaios de consistência por espalhamento ou flow table, do ensaio de massa volúmica aparente e do ensaio reológico com recurso ao Reómetro Viskomat NT. Já no estado endurecido os ensaios realizados foram o ensaio de ultrassons, de resistência mecânica à flexão e a compressão, de absorção de água por capilaridade, de massa volúmica e de absorção de água. A substituição de agregados finos de areia natural por agregados finos de vidro reciclado torna as argamassas mais fluídas e menos consistentes, pelo que se deve ter em atenção a quantidade de água e se necessário aumentá-la. No estado endurecido, as argamassas com agregados de vidro apresentam um desempenho mecânico aceitável e dentro das normas. Porém, observou-se maiores valores de absorção de água e de coeficiente de capilaridade.
Mortars play a very important role in construction. The study of their properties both in their fresh state and hardened state deserves to be focus of study so that these became increasingly efficient whether on safety, functionality or economy. In order to make mortars that are more economical, the replacement of fine sand aggregates with fine recycled glass aggregates presents itself as a sustainable solution on economic and environmental levels. In this work is aimed to study the influence of the introduction of this aggregates on the mechanical and rheological behavior of mortars. To study the mechanical and rheological behavior of mortars with a percentage of fine sand aggregates replaced by fine recycled glass aggregates, it has been created a reference mortar without any glass aggregates. It has a ratio of cement:sand of 1:3 (Portland cement CEM I 32,5R and natural sand 0/4 from river Tejo) whose amount of water has been adjusted to obtain the desire consistency on the flow table test. Keeping the same proportions, were created mortars with 50%, 75% and 100% of fine sand aggregates replaced by fine recycled glass aggregates. The study of mortars on their fresh state was made through the tests of flow table, apparent density and rheological test using the Rheometer Viskomat NT. On the hardened state of mortars, the tests that were made were the ultrasonic test, flexure and compressive strengths, water absorption by capillarity, density and water absorption. The replacement of fine sand aggregates with fine recycled glass aggregates makes mortars more fluid and less consistent, so it should be taken in account the amount of water and increase it if necessary. On the hardened state, mortars with glass aggregates have a decent mechanical performance within regulations. It has been observed an increase in the values of water absortion and capillarity coefficient.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/6334
Designação: Mestrado Integrado em Engenharia Civil
Aparece nas colecções:FE - DECA | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
5051_9904.pdf2,47 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.