Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/6244
Título: Perfil farmacoterapêutico da população idosa institucionalizada da Beira Interior Norte
Outros títulos: Experiência Profissionalizante na Vertente de Farmácia Comunitária e Investigação
Autor: Janela, Maria Inês Andrade
Orientador: Batista, João Luís dos Santos
Monteiro, Maria de Lurdes Paiva
Valbom, José Manuel Martins
Palavras-chave: Critérios de Beers.
Envelhecimento
Idoso
Medicamentos Potencialmente Inapropriados
Perfil Farmacoterapêutico
Polimedicação
Data de Defesa: 14-Fev-2017
Resumo: Uma das doenças que actualmente apresenta maior impacto na sociedade é o cancro, sendo na ordem das dezenas de milhões o número de pessoas diagnosticadas por ano em todo o mundo. Nos paises desenvolvidos, a segunda neoplasia mais frequente e a terceira principal causa de morte por este tipo de patologia no sexo masculino é o cancro na próstata, sendo a radioterapia externa (RTE) uma das modalidades mais aplicadas no tratamento deste tipo de tumor. Apesar dos avanços verificados ao longo dos últimos anos, a verdade é que o cancro na próstata conti- nua a ser um desafio para a RTE, dado que a glândula prostática se encontra anatomicamente localizada entre a bexiga e o recto sendo, por isso, fortemente influenciada pelas oscilações volumétricas inerentes a estes órgãos. Apesar das medidas e protocolos hospitalares implemen- tados (p.e. realização do tratamento com a bexiga confortavelmente cheia) as variações no posicionamento da glândula continuam a ser uma preocupação, permanecendo a necessidade de se desenvolver novas técnicas e metodologias que permitam tornar mais precisa a localiza- ção do órgão e, consequentemente, a reprodução diária do posicionamento e a administração da dose. Outra das limitações inerente a este tipo de patologia passa pela fraca resolução de contraste que os actuais sistemas de radioterapia guiada por imagem (IGRT) apresentam para os tecidos moles, assim como o acréscimo de dose para o doente. Desta necessidade surgiu o conceito de imagiologia por raios ortogonais (OrthoCT), actualmente em estudo no lIP-Coimbra em colaboração com o IPO-Coimbra, o IPO-Porto e o Departamento de Radioterapia do CHUC. Esta técnica consiste na detecção da radiação dispersa no doente (a ser irradiado) e que escapa do mesmo perpendicularmente à direcção do feixe de irradiação. No sentido de garantir que são colectados apenas os fotões que escapam do doente na direcção perpendicular, é necessário integrar um colimador multifatias no sistema de detecção. Desta forma, através da posição 2D do feixe fino e dependendo da fatia do detector onde são colec- tados os fotões, é possivel proceder à imagiologia 3D do doente sem que haja a necessidade de rotação da fonte. Esta técnica permite assim obter imagens morfológicas do tipo-CT de baixa dose para o doente, sendo uma técnica muito promissora em termos de radioterapia guiada por imagem. No entanto, como os tecidos moles constituintes do corpo humano possuem coeficientes de atenuação muito semelhantes, subsiste o problema da fraca resolução de contraste da imagem para este tipo de tecido. Um dos principais objectivos da presente investigação consiste em avaliar, por meio de simu- lação, o impacto do agente de contraste iodado Ultravist 370 em imagiologia por raios ortogo- nais, em casos de cancro na próstata. Para isso foi utilizado o pacote de simulação GEANT4 e o fantoma antropomórfico NCAT. A partir da análise dos resultados obtidos, conclui-se que a quantidade de agente de contraste normalmente administrada ao doente (100 ml) não é a suficiente para induzir uma variação de densidade no tumor (Δρ rv 0.1 g/cm3) passivel de visua- lização em imagens OrthoCT. Se a lesão tumoral implementada neste estudo fosse dessa ordem de grandeza, apesar de não ser detectável, seria necessário injectar pelo menos 6.24 vezes mais agente de contraste, ou seja, aproximadamente 600 ml de Ultravist 370. Devido aos efeitos secundários induzidos pela presença dos agentes de contraste no organismo, a injecção de uma quantidade tão excessiva não é aconselhável, o que inviabiliza a aplicação de contrastes iodados em imagiologia por raios ortogonais da glândula prostática. Para além deste estudo, foi ainda investigado o impacto dos marcadores fiduciais de ouro em OrthoCT. Os referidos marcadores consistem em pequenos objectos radiopacos metálicos utiliza- dos como ferramenta de apoio em tratamentos de RTE com o intuito de tornar o alinhamento e o posicionamento do doente o mais exacto e preciso possivel (especialmente para casos de cancro na próstata). Através da análise dos resultados obtidos por meio de simulação, verifica-se uma boa correlação visual da imagem OrthoCT com a distribuição de dose simulada, as estruturas do fantoma e o posicionamento dos marcadores fiduciais. De facto, apesar da baixa estatistica simulada, um pequeno desvio de 4.68 mm na posição dos marcadores é facilmente identificado nas imagens OrthoCT, através de uma dose muito baixa de cerca de 1.6 mGy (10 a 50 vezes inferior à de uma CT da cabeça).
In developed countries, prostate cancer is the second most frequently diagnosed cancer and the third most common cause of death from this kind of disease in men, with external-beam radiotherapy (EBRT) being one of the primary treatment modalities. Normally, generous safety margins are applied around the target so that under- or overtreatment caused by geometric uncertainties can be avoided with acceptable probability. These uncertainties are mainly cau- sed by internal organ motion and patient misalignments. Besides the techniques and protocols implemented, the prostate gland is located in a region affected by bladder and rectum volume variations so it is still very difficult to ensure that the gland is always in the same place. Image- guided radiation therapy (IGRT) techniques allow for a more accurate position of the patient, consequently improving the treatment accuracy. However, IGRT techniques have some limita- tions like poor resolution in soft tissues and possible side effects (like an increased dose due to successive and repetitive computerized mega- or kilovoltage imaging). To solve these limitations, a novel imaging system specially designed for assisting EBRT tre- atments called OrthoCT it is under investigation at lIP-Coimbra, in collaboration with IPO- Coimbra, IPO-Porto and the Department of Radiotherapy of CHUC. This new technique consists in operating a dedicated X-ray detection system specially built for collecting selected patient- scattered radiation. This imaging technique does not require rotational irradiation of the target because it is based on the detection of photons emitted at almost right angles in respect to the incoming X-ray flux. The detection can be achieved by positioning one or more collimator- based, 1D detector systems parallel to the beam axis, hence collecting such orthogonal rays. Previous studies show good potential for dose verification in EBRT and very-low-dose computed tomography (CT-like) imaging. However, the poor contrast resolution in soft tissues is still an issue because CT attenuation values of lesions and healthy organ tissue are similar. The purpose of the present investigation is to evaluate through simulation the benefit of iodinated- contrast agent (Ultravist 370) administration in cases of prostate cancer in OrthoCT, using GE- ANT4 simulation toolkit and the anthropomorphic phantom NCAT. The results obtained by Monte Carlo simulation allows us to conclude that the amount of contrast agent normally injected in patients (100 ml) is not enough to enhance the tumor to a value of density possible for visuali- zation in OrthoCT images, once that a density variation of (Δρ rv 0.1 g/cm3) is yet not detectable. With this quantity of Ultravist 370 the lesion implemented inside the prostate will not be de- tected by OrthoCT. Nevertheless, this would require injecting at least 6.24 times more contrast agent (approximately 600 ml of Ultravist 370). Due to the side effects induced by contrast agents, this is not advisable. Other main goal of this thesis project was to evaluate the display of gold fiducial markers in OrthoCT images. The placement of gold fiducial markers inside the gland is one of the main methods used in IGRT to control the volumetric variations induced in this organ. The position of these markers are then used to guide the daily interfractional patient alignment during the entire treatment process. From the simulation results obtained in this study, it is possible to conclude that a good visual correlation between OrthoCT images and the simulated dose as well as the phantom anatomic structures and the fiducial markers are noticeable. Actually, despite the low statistics obtained with a very low dose of about 1.6 mGy (10 to 50 times less the dose of a typical head CT), a small deviation of 4.68 mm on the position of the fiducial markers are easily identified by these orthogonal ray images.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/6244
Designação: Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
5345_10780.pdf2,98 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.